08 Junho 2017

Escovação e Mau-hálito

Nada mais incômodo que o mau-hálito. Torna-se sempre uma situação constrangedora tanto para quem possui como para as pessoas que a cercam. Mas, nem tudo está perdido! O mau-hálito tem solução e, na maioria dos casos, é resolvido apenas com uma correção na escovação e demais ações de higienização da boca.

É muito comum o desenvolvimento de halitose, o popular “mau-hálito”, por motivos de acumulação de inúmeras substâncias, ácidos e bactérias sobre a superfície da língua , bochechas e dentes. A saburra, como são conhecidos esses subprodutos acumulados, é ocasionada pela má higienização da boca ou até mesmo, pela falta dela.

O primeiro passo para a conquista de um hálito fresco é a limpeza da língua. Para a realização dessa atividade, existem no mercado limpadores de língua com e sem cerdas, porém, a maioria das escovas apresentam, em sua parte posterior, uma estrutura em relevo semelhante a esses limpadores e garantem resultado satisfatório para a limpeza lingual, eliminando, assim, as bactérias que ficam presas na língua.

Um fator importante que deve ser lembrado, é que a halitose muitas vezes pode ter outras causas que vão além da higiene bucal. Nesses casos, se mesmo com os devidos cuidados com a higiene bucal o mal hálito persistir, é preciso ajuda de um médico.